Domingo, 22 de Junho de 2008

Pessoa errada

(2:10 am) 22/06/08

 

Não tens sentimentos. Confessei-te o que se passava na minha cabeça e nem pestanejaste. Não te deste ao trabalho de parares um minuto e ouvires-me. Não te deste ao trabalho de sentir as minhas palavras…!!

Quantas vezes mostrei aquela folha de papel ás pessoas que me rodeiam, a perguntar “Diz-me o que achas… achas que ele vai gostar? Não está demasiado sentimental…?”, eu perguntava, mordiscando o meu pulgar e desejando ter escrito algo melhor. Quantas vezes eu senti esperança quando me respondiam “Isto está lindo! Se ele não ficar contigo, fico eu!” ou “ Estou sem palavras… se o gajo gozar contigo ou te magoar, diz-me!”… Quantas vezes me acalmaram dizendo “Não te preocupes, ele vai compreender… ele é fixe.”… Oh, quantas vezes… (Estavam todos errados, não é verdade?)

Eu tinha tanto medo de te falar… de te dar uma simples folha com palavras escritas na minha feia caligrafia… Diziam-me “Vai!” e eu tremia só de pensar nisso… “Se me despachasse era melhor! Vou dar e sair dali!”, dizia vezes sem conta, com a resposta “Não! Fica! Preferes ficar a tua vida inteira a morrer de curiosidade quando podias saber a reacção dele?”… e que bela reacção tiveste, não foi? Nem me deixaste falar…

Apesar de me importar, vou fingir que não o faço… por isso, ri-te. Ri-te de tudo o que te disse, porque hei-de deixar de me importar e voltarás a ser-me indiferente.

A minha sina, o meu destino, é escolher as pessoas erradas, tu foste mais uma e mais virão. Mais uma que passou, magoou e ficou marcada. Vai demorar a esquecer, no entanto, há algo que nunca irás perceber… e isso é o mais triste em ti.

Tu és misterioso e eu cai nas tuas redes, mesmo não sendo o “peixe” que querias apanhar. Atraíste-me e eu deixei-me atrair… e afinal, não passas de uma ilusão… Mais uma…

 

 

 

 

Para J.B.

 


escrito por Dark Angel...! às 20:08
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


"Pela morte vivemos, porque só somos hoje porque morremos para ontem. Pela morte esperamos, porque só poderemos crer em amanhã pela confiança da morte de hoje. Tudo o que temos é a Morte, tudo o que queremos é a Morte, é morte tudo o que desejamos querer." Fernando Pessoa. " It's hard to catch a falling star "

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

posts recentes

You're just like a pill: ...

Pessoa errada

Confissões de adolescente...

Sim ou não...?

Olhem, sabem que mais? Va...

A vida (trabalho para Por...

Saudades do passado, reco...

Estou melhor sem ti... (2...

Estou melhor sem ti...

Desilusao...

Morrerás sozinho...

Diz-me, sente-me, faz-me ...

Solidão

Nos meus sonhos...tu...

Tu...

Dark Angel...!

...

tudo...nada...porquê...?

gotas de chuva

tu...nunca mais!

...:::...

a estudar Gil Vicente- a ...

you...my dream boy...so m...

a folha de outono...1º di...

por ti

i'm trying to forget and ...

desculpa...:'(

A minha temperatura

Dia apos dia...

A minha pátria a minha ba...

Há uma historia por conta...

a janela do luar

a janela do luar

palavras pintadas

o teu eclipse

sem ti

...

faltas-me tu

um sonho

ola