Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006

a janela do luar

Numa noite de Verão, bem quente, e eu bem pequenina, olhava para a janela aberta onde via a lua e pensava no que estaria ela a dizer as estrelas. Seria para se organizarem em grupos pois era uma visita de estudo? Seria para ouvirem as histórias da terra, do céu e do mar? Para jogarem no fresco da noite?
Ainda hoje penso no que será. Até imagino as conversas e as historias fantásticas que só elas sabem. Mas a minha história favorita e esta que vou contar.

Ora, numa linda e quente noite de Verão, as estrela não conseguiam dormir e vieram pedir a lua que lhes contasse uma história nova. A lua, com muita paciência, começou por dizer:
-Esta bem minhas lindas estrelas. Vou contar-vos a história da “paixão separada”. – Disse a lua calmamente
- A “paixão separada”? De quem lua? Diz lá! – Disse a ninita o que fez as estrelas a começarem a falar
- Meninas! Querem ouvir a história ou não? – Disse a lua – Então, era uma vez um mundo novo, com um céu novo, um mar novo e uma terra nova. Assim que o mar e o céu se viram apaixonaram-se perdidamente. Foi como se tivessem visto a alma gémea e a quisessem agarrar. Mas como não existe amor sem inveja, esta atacou a terra…
-Ai! – Disseram as estrelas como se já imaginassem o fim
- Calma meninas! Querem saber o que aconteceu? – Perguntou a lua
- Sim!! – Responderam muito curiosas
- A inveja começou a atacar a terra quando esta se apaixonou pelo céu. Então começou por tornar-se a melhor amiga do mar, para lhe dizer mal do céu e conquista-lo com a separação dos dois. Só que esta paixão era tão forte, tão forte que a terra só os conseguiu separar metendo-se no meio. E mesmo assim não os separou totalmente. Agora, hoje em dia, a terra ao ter crescido, consegue tocar no céu com os picos das montanhas, e apesar de o mar e o céu estarem separados pela terra, ainda se tocam no horizonte. Isso só acontece porque a terra percebeu que mesmo gostando muito do céu também o queria ver feliz, que isso significasse a sua infelicidade ou não. Fim – acabou a lua
- zZzZzZzZzZzZz – estavam as estrelas a ressonar
- Isso. Durmam e tenham sonhos bonitos como as vossas almas puras e doces – disse a lua ao vê-las dormir tão profundamente.

Agora pergunto-me. Será esta a historia que a lua contou? Será que e isto que acontece nas noites limpas e bonitas de Verão? Não sei e talvez nunca saberei. Mas imagino só de olhar para a janela do luar…


escrito por Dark Angel...! às 20:06
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


"Pela morte vivemos, porque só somos hoje porque morremos para ontem. Pela morte esperamos, porque só poderemos crer em amanhã pela confiança da morte de hoje. Tudo o que temos é a Morte, tudo o que queremos é a Morte, é morte tudo o que desejamos querer." Fernando Pessoa. " It's hard to catch a falling star "

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

posts recentes

You're just like a pill: ...

Pessoa errada

Confissões de adolescente...

Sim ou não...?

Olhem, sabem que mais? Va...

A vida (trabalho para Por...

Saudades do passado, reco...

Estou melhor sem ti... (2...

Estou melhor sem ti...

Desilusao...

Morrerás sozinho...

Diz-me, sente-me, faz-me ...

Solidão

Nos meus sonhos...tu...

Tu...

Dark Angel...!

...

tudo...nada...porquê...?

gotas de chuva

tu...nunca mais!

...:::...

a estudar Gil Vicente- a ...

you...my dream boy...so m...

a folha de outono...1º di...

por ti

i'm trying to forget and ...

desculpa...:'(

A minha temperatura

Dia apos dia...

A minha pátria a minha ba...

Há uma historia por conta...

a janela do luar

a janela do luar

palavras pintadas

o teu eclipse

sem ti

...

faltas-me tu

um sonho

ola