Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006

a janela do luar

Numa noite de Verão, bem quente, e eu bem pequenina, olhava para a janela aberta onde via a lua e pensava no que estaria ela a dizer as estrelas. Seria para se organizarem em grupos pois era uma visita de estudo? Seria para ouvirem as histórias da terra, do céu e do mar? Para jogarem no fresco da noite?
Ainda hoje penso no que será. Até imagino as conversas e as historias fantásticas que só elas sabem. Mas a minha história favorita e esta que vou contar.

Ora, numa linda e quente noite de Verão, as estrela não conseguiam dormir e vieram pedir a lua que lhes contasse uma história nova. A lua, com muita paciência, começou por dizer:
-Esta bem minhas lindas estrelas. Vou contar-vos a história da “paixão separada”. – Disse a lua calmamente
- A “paixão separada”? De quem lua? Diz lá! – Disse a ninita o que fez as estrelas a começarem a falar
- Meninas! Querem ouvir a história ou não? – Disse a lua – Então, era uma vez um mundo novo, com um céu novo, um mar novo e uma terra nova. Assim que o mar e o céu se viram apaixonaram-se perdidamente. Foi como se tivessem visto a alma gémea e a quisessem agarrar. Mas como não existe amor sem inveja, esta atacou a terra…
-Ai! – Disseram as estrelas como se já imaginassem o fim
- Calma meninas! Querem saber o que aconteceu? – Perguntou a lua
- Sim!! – Responderam muito curiosas
- A inveja começou a atacar a terra quando esta se apaixonou pelo céu. Então começou por tornar-se a melhor amiga do mar, para lhe dizer mal do céu e conquista-lo com a separação dos dois. Só que esta paixão era tão forte, tão forte que a terra só os conseguiu separar metendo-se no meio. E mesmo assim não os separou totalmente. Agora, hoje em dia, a terra ao ter crescido, consegue tocar no céu com os picos das montanhas, e apesar de o mar e o céu estarem separados pela terra, ainda se tocam no horizonte. Isso só acontece porque a terra percebeu que mesmo gostando muito do céu também o queria ver feliz, que isso significasse a sua infelicidade ou não. Fim – acabou a lua
- zZzZzZzZzZzZz – estavam as estrelas a ressonar
- Isso. Durmam e tenham sonhos bonitos como as vossas almas puras e doces – disse a lua ao vê-las dormir tão profundamente.

Agora pergunto-me. Será esta a historia que a lua contou? Será que e isto que acontece nas noites limpas e bonitas de Verão? Não sei e talvez nunca saberei. Mas imagino só de olhar para a janela do luar…


escrito por Dark Angel...! às 20:12
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.


"Pela morte vivemos, porque só somos hoje porque morremos para ontem. Pela morte esperamos, porque só poderemos crer em amanhã pela confiança da morte de hoje. Tudo o que temos é a Morte, tudo o que queremos é a Morte, é morte tudo o que desejamos querer." Fernando Pessoa. " It's hard to catch a falling star "

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

posts recentes

You're just like a pill: ...

Pessoa errada

Confissões de adolescente...

Sim ou não...?

Olhem, sabem que mais? Va...

A vida (trabalho para Por...

Saudades do passado, reco...

Estou melhor sem ti... (2...

Estou melhor sem ti...

Desilusao...

Morrerás sozinho...

Diz-me, sente-me, faz-me ...

Solidão

Nos meus sonhos...tu...

Tu...

Dark Angel...!

...

tudo...nada...porquê...?

gotas de chuva

tu...nunca mais!

...:::...

a estudar Gil Vicente- a ...

you...my dream boy...so m...

a folha de outono...1º di...

por ti

i'm trying to forget and ...

desculpa...:'(

A minha temperatura

Dia apos dia...

A minha pátria a minha ba...

Há uma historia por conta...

a janela do luar

a janela do luar

palavras pintadas

o teu eclipse

sem ti

...

faltas-me tu

um sonho

ola